5 curiosidades sobre o isopor!
Postado em 29 de novembro de 2011

Equipe No Pátio

Esse material super conhecido e utilizando em coisas que a gente nem sonha já faz parte da rotina de muita há muito tempo! Na verdade, o nome isopor pertence a marca registrada da Knauf Isopor Ltda, uma empresa responsável por fabricar o poliestireno expandido. Sabe onde ele surgiu? Na Alemanha, em 1949. Quer saber mais […]

0

Esse material super conhecido e utilizando em coisas que a gente nem sonha já faz parte da rotina de muita há muito tempo! Na verdade, o nome isopor pertence a marca registrada da Knauf Isopor Ltda, uma empresa responsável por fabricar o poliestireno expandido. Sabe onde ele surgiu? Na Alemanha, em 1949. Quer saber mais curiosidades sobre o isopor? Veja a listinha que o No Pátio preparou para você!

Feito de quê?

O isopor é uma espécie de plástico feito a partir do estireno, um componente que deriva do petróleo. O material passa por alguns processos, entre eles o de polimerização, que forma o poliestireno, composto por carbono e hidrogênio. Depois ele é expandido e por isso mesmo pode se transformar em produtos com vários formatos!

Aplicações

O material tem várias utilidades! Os mais observados pelos consumidores são as embalagens, caixinhas térmicas para alimentos e também como proteção para aparelhos e máquinas como televisão e geladeira, e produtos frágeis como remédios. Mas, o que muita gente não sabe é que o isopor também é usado na construção civil. Isso mesmo! O isolante é um excelente isolante térmico e resistente a determinadas condições, sendo assim muito útil!

Reciclagem

O isopor é totalmente reciclável. Mas, é preciso que esteja limpo e separado de partes metálicas, de papel ou adesivos. Nada de mandar o material para reciclagem sem antes dar uma limpadinha nos resíduos! Ele é triturado e reduzido mecanicamente até que forme pérolas, pequenas bolinhas. Depois do aquecimento dos flocos, ocorre a liberação do ar e eles são fundidos. A máscara viscosa que é formada dá origem a vários objetos!

A questão do descarte

Parece simples, mas não é! O processo de coleta e reciclagem do material é bem mais complexo do que se imagina. Por ser leve, mas muito volumoso, o transporte do isopos acaba saindo bem mais caro. Isso faz com que muitas cooperatvas não sintam interesse pelo material. Atenção! Se armazenado da forma errada pode trazer muitos danos a natureza!

O que fazer?

Mesmo sendo muito usado, o isopor pode sim ser substituído por outros materiais! Então, faça a sua parte! Nos mercantis, prefira as embalagens de ovos e carnes que não sejam de isopor. Ah! Sabe as bandejinhas de frios? Elas não precisam ser necessariamente de isopor. Quando adquirir um produto novo, descarte o isopor na loja mesmo, para ele tenha o fim adequado e não fique jogado no meio ambiente.

Quer saber mais sobre o processo de fabricação e reciclagem do isopor? Então, assista ao vídeo disponibilizado pela Associação Brasileira da Indústria Química

 

Fotos: Reprodução

0 comentários
 


  • Facebook
  • twitter
  • RSS
  Assine Newsletter
Aguarde...