NOTÍCIA EM Saúde
Novidade no tratamento de doenças da medula espinhal
Postado em 20 de setembro de 2011

Equipe No Pátio

Cientistas fizeram recentes descobertas que podem dar esperança de cura para diversas doenças medulares! Trata-se de uma nova classe de células presentes na medula espinhal que agem como células-tronco neurais. De acordo com o estudo, a descoberta irá oferecer mais opções na busca de terapias para tratar de atrofia muscular espinhal, doenças da medula, esclerose […]

1

Cientistas fizeram recentes descobertas que podem dar esperança de cura para diversas doenças medulares! Trata-se de uma nova classe de células presentes na medula espinhal que agem como células-tronco neurais.

De acordo com o estudo, a descoberta irá oferecer mais opções na busca de terapias para tratar de atrofia muscular espinhal, doenças da medula, esclerose múltipla e Esclerose lateral amiotrófica (ELA).

Durante muito tempo o sistema nervoso era considerado incapaz de reparar  a si mesmo, pois as células usadas para criá-lo se esgotavam com o tempo. Com a identificação dessas células-tronco há a possibilidade de ativar um determinado conjunto de genes para estimular essas células e reconstruir a rede danificada na medula espinhal.

Os pesquisadores utilizaram o Allen Spinal Cord Atlas, um detalhado mapa de genoma, para comparar os genes expressos, ou ligados, na coluna espinhal com os encontrados em outras células-tronco neurais e revelou 122 genes semelhantes.

A pesquisa foi publicada na revista científica PLoS One, e foi realizada por cientistas da Universidade de British Columbia, do Instituto Allen para a Ciência do Cérebro, do Instituto Neurológico Montreal e do Hospital da Universidade McGill.

 

Foto: Reprodução

1 comentário
 
Luciene de
em 17 de novembro de 2013 às 12:46
Estou a procura de ajuda para atrofia de medula [ C 1 e C 3]