Equipe No Pátio


Várias pessoas acreditam que o hambúrguer é criação dos americanos, mas isso não é verdade. Ele chegou a América somente na segunda metade do século XIX, levado pelos imigrantes alemães embarcados no porto de Hamburgo – razão pela qual seu primeiro nome no Novo Mundo foi hamburg steak. Inicialmente era uma comida rústica, apreciada por marinheiros que aproveitavam a carne entre dois pedaços de pão para mastigar algo enquanto trabalhavam.

Existem muitas histórias sobre sua origem, sendo a mais conhecida a versão de que ele se originou por volta do século XIII, quando cavaleiros tártaros moíam a carne dura e crua durante as cavalgadas, colocando-a sob suas selas. Após certo tempo de viagem, o alimento se transformava em uma “massa” mais macia e fácil de mastigar. Séculos depois, o hambúrguer foi aprimorado pelos americanos, que acrescentaram outros ingredientes à carne, como pão, salada e queijo. Hoje, ao pensarmos na culinária americana, imediatamente associamos o hambúrguer a ela. Leia Mais …


A facilidade que a era digital nos proporciona trouxe uma série de benefícios e hoje é possível obter informações de qualquer lugar do mundo em tempo real e conectar-se com várias pessoas ao mesmo tempo. Algumas pessoas, porém, acabam exagerando e sentem-se incapazes de apertar o botão de desligar, passando assim a ficar muitas horas conectadas com o universo virtual.

Segundo a psicóloga colaboradora do Núcleo de Pesquisa e Psicologia em Informática (NPPI) da PUC-SP, Ana Luiza Mano, a Internet é um meio útil e atrativo, que oferece novas possibilidades a cada acesso. “Há quem use para observar a vida alheia, para se promover, trabalhar, fazer amigos. Independentemente do objetivo, existe a possibilidade de consegui-lo”, afirma a psicóloga. Leia Mais …

NOTÍCIAS EM Comportamento, Dicas, Sexo
Postado em 2 de julho de 2015

Equipe No Pátio


O ser humano constrói fantasias e alimenta desejos em todas as dimensões da vida e isto costuma ser uma espécie de motivador para a evolução e o desenvolvimento de potencialidades criativas. No sexo não costuma ser diferente. Ter fantasias sexuais é algo comum a qualquer pessoa, já não sendo motivo de tabu em rodas de conversas, como era na época de nossos avós. Aprimorando os encontros eróticos do casal, elas costumam possibilitar novas formas de viver a relação.

Há quem considere que o combustível principal para os momentos de maior desejo na relação sejam as fantasias sexuais. Sexólogos dizem que atender à libido do parceiro é uma garantia de qualidade sexual e, também uma forma de praticar uma brincadeira divertida, sem prejuízos de qualquer espécie. Atentando para essa forma gostosa de incrementar prazer na cama (ou fora dela), o No Pátio lista abaixo as principais fantasias femininas e masculinas para você por em prática. Leia Mais …

  • Facebook
  • twitter
  • RSS
  Assine Newsletter
Aguarde...